sábado, 18 de agosto de 2018

UM CIENTISTA CULTURAL A “PALRAR” SOBRE PROTUKET NA SIAM SOCIETY


No próximo dia 30 de de Agosto vai haver um “falatório” pelo Miguel Castelo-Branco na Siam Sociaty, na capital tailandesa (da qual sou sócio há 30 anos), cujo o tema, “THE  PROTUKET: THE THAI-PORTUGUESE CATHOLIC COMUNITY, FROM AYUTHAYA TO BANGKOK”.  
 .
A entrada, para ouvir o Miguel Castelo-Branco custa (os não sócios) 200 bates (uns 5 e poucos euros). Conheço, de gingeira, o Miguel Castelo-Branco, que até não sei o que tem sido desde que abriu os olhos ao mundo, mas que é intriguista,oportunista e mentiroso  lá isso é. 
 .
Vai falar de um tema, que eu exploro há cerca de 40 anos e não fui só aos livros escritos por outros historiadores, como visitei os lugares, fiz imagens, por onde passaram ou se fixaram os portugueses na Tailândia. 

Miguel Castelo-Branco passou, pela Tailândia, uns lautos 3 anos que lhe foi concedida uma bolsa pela Fundação Calouste Gulbenkian, graças ao empenho do embaixador Lima Pimentel que abonou a sua sabedoria, como historiador, das coisas e loisas dos portugueses na Tailândia. 
.
Não nos vamos (tínhamos muito e nos nossos arquivos) adiantar mais, apenas inserir um e-mail que Miguel Castelo-Branco enviou a minha filha Maria Martins, em cujo (extinguido) website “Aqui Maria” figurava apenas seu nome e desenvolvido por mim, porém o prof. Universitário Miguel Castelo-Branco enviou-lhe um e-mail que passo a transcrever: 
.
“ Bom dia Maria, Chamo-me Miguel Castelo-Branco, sou professor universitário e chefe da Divisão de Actividade Cultural e Científica da Biblioteca Nacional de Lisboa. Tenho uma grande paixão pela Tailândia e estou a desenvolver grandes esforços para sensibilizar  as autoridades governamentais portuguesas para que as celebrações dos 500 anos de relações entre os dois países sejam realizadas com alguma visibilidade e honrem o nosso glorioso passado histórico. Julgo que vamos conseguir lançar mão de uma política de cooperação científica e cultural de exposições e se tudo correr bem de alguns espectáculos em Banguecoque. Mantenha-se em contacto comigo VAMOS PRECISAR DE SI. Obrigado Miguel Castelo-Branco”.


O e-mail do sr. prof. universitário Miguel Castelo-Branco
.
P.S.- Não sei quem foi que encomendou o projecto ao professor universitário Miguel Castelo-Branco, para se dirigir, atrevidamente, a minha filha Maria que apenas tinha 12 anos na altura. O Miguel cortou e riscou!!! Pobreza moral e desejar ser aquilo que não é.... Vejam lá prof. Universitário!!! Como eu me sinto confortável com o diploma da 4ª classe do ensino primário de Salazar.