sexta-feira, 17 de março de 2017

ADRIANO JORDÃO ACTUA NO PRESTIGIOSO "THAILAND CULTURAL CENTRE"




O pianista Adriano Jordão em sua passagem por Banguecoque, actuou ontem, 16 de Março, pela segunda vez (a primeira, dia anterior, na residência do embaixador de Portugal) perante uma assistência, selecta, de todos níveis sociais da capital tailandesa, para mais de 300 convidados, no “Thailandia Cultural Centre”. 
.
Adriano Jordão executou obras de Shumann, Haydn, Debussy, Beethoven e Armando José Fernandes. O pianista português é vastamente conhecido, nos círculos musicais, da Tailândia onde desde 1984 executou piano recitais, inclusivamente com a “Bangkok Symphony Orchestra” conduzida pelo maestro, português, Silva Pereira. 
.
A vinda a Banguecoque de Adriano Jordão teve patrocínios Bangkok Symphony Orchestra Foundation, Embaixada de Portugal, Instituto Camões, Fundação Oriente e empresas tailandesas com ligações a Portugal. Seguem  imagens que dão conta do evento cultural.

Os quatros funcionários da Embaixada de Portugal que atenderam o público, convidado, ao recital de Adriano Jordão no "Thailand Cultural Centre"
A mesa de entrega dos convites...
Adriano Jordão chega ao "Thailand Cultural Centre" acompanhado de Filomena Bordalo Silva (número 2 da Embaixada Portuguesa) e seu marido Rodrigo Croft.
Embaixador Francisco Vaz Patto e uma fotografia com amigos convidados....
Embaixador Vaz Patto e Dr. Kevin Colleary, numa foto junto a uma senhora, de nacionalidade filipina....
Esta imagem e as seguintes do embaixador Francisco Vaz Patto e Dr. Kevin Colleary, juntos, para fotografia de família, com individualidades convidadas ao evento cultural de Adriano Jordão
Na imagem e segundo a contar da esquerda o cônsul honorário de Portugal, na cidade nortenha da Tailândia Chiangmai, Nuno Caldeira da Silva que se deslocou a Banguecoque para estar presente no recital de piano.
Minutos antes do recital os convidados vão se acomodando nas cadeiras do auditório....
A lotação do pequeno auditório de 330 lugares de lotação, apenas, umas pouca cadeiras se encontravam vazias
Lanlalit Samanuhat (lado esquerdo de nacionalidade tailandesa), secretária do embaixador Vaz Patto e Maria Madureira, conselheira cultural, do Instituto Camões, junto à embaixada de Portugal em Banguecoque, agradecem a presença dos convidados, em língua tailandesa e inglesa e descrevem o curriculum de Adriano Jordão
Adriano Jordão acaba de chegar ao palco e cumprimenta  os convidados. Imagens que seguem dão conta da excelente, atuação do pianista português que durou cerca de duas horas
Fim do espetáculo embaixador Francisco Vaz Patto subiu ao palco, ofereceu um colar confeccionado de flores a Adriano Jordão que foi aplaudido, largamente, pelos convidados pela brilhante actuação que tinham acabdo de ouvir.
Adriano Jordão agradece os aplausos.
Fotos e textos: José Martins