segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

A MINHA PASSAGEM DO ANO VELHO PARA O NOVO (2018)


Mais um ano que foi e o 2018 que veio. A minha passagem foi simples, tranquila e no mesmo local de ano anteriores na margem esquerda do Rio Chao Prya (na proximidade da Embaixada de Portugal, que servi por 24 anos) que divide, em duas partes, a cidade de Banguecoque. 
.  
De facto, em anos anteriores, a minha passagem de ano  velho para o novo sempre haja sido junto à margem ou cima da ponte da avenida Sathorn. É a festa do rio onde nas duas margens se juntam milhares de pessoas ou para ver o fogo de artificio, ou os barcos, abarrotados de turistas, abaixo ou acima da corrente.
 .
 
Ora na qualidade do português mais antigo a viver na Tailândia e ter visto a cidade de Banguecoque como tinha sido, em muitas locais, igual como quando foi fundada em 1782, em  quatro décadas a capital tailandesa cresceu, cresceu a não parar até hoje. 
 .
 
Erguem-se as arranha-céus por todos os lados e as margens do Rio Chao Prya, que as conheci sem prédios altos apenas casas construídas com a imortal madeira de teca em cima de estacas, actualmente é o lugar preferido para grandes condomínios ou hotéis de 5 de estrelas. 
 .

O Rio Chao Prya tem a sua beleza natural, embora alguns anos o seu caudal, agressivo, inunda as margens de Banguecoque e as terras baixas de Ayuthaya até mais acima.  
 .
 
Ontem, o largo do complexo River City (pegado ao Hotel Royal Orchid Sheraton) encontrava-se cheio de turistas, para embarcarem em barcos e a passagem do ano ser ao som de música e muita animação a navegar pelo Chao Prya. O Bangkok Posto noticiava ontem:  "Tailândia celebra ano novo com 35 milhões de visitantes em 2017. As celebrações de Ano Novo ocorreram em toda a Tailândia - sem quaisquer grandes acidentes reportados - depois que um número recorde de chegadas foi registado em 2017. O 35 milhão visitante do ano passado desembarcou de um vôo de Qatar Airways de Doha em 29 de Dezembro, de acordo com a Autoridade de Turismo da Tailândia. As celebrações de Ano Novo ocorreram em cidades, vilas e aldeias em todo o país".   
.
A seguir as imagens da passagem do 2017 para o 2018.

Da esquerda para a direita: minha mulher Kanda, Beatriz Canas Mendes e sua tia Gabriela a passar duas semanas de férias na Tailândia, minhas convidadas para a passagem do ano na varanda do condomínio, onde temos um apartamento, com vista espectacular para o rio Chao Prya e para o local da festa onde vai haver fogo de artifício à meia noite.

O Chao Prya a montante com uma stupa, iluminada do templo Wat Arun...
O panorama do rio vista do local onde me encontro....
O barco com turistas  e a cor das luzes a reflectirem na corrente do rio....
Na margem direita e do lado oposto, onde me encontro, há gente que se diverte à grande!
Constantemente os barcos navegam rio abaixo e rio acima...
Absolutamente cheio de foliões....
Barcos de todos os tamanho e lotação......
O Arena restaurante para os mais recatados.....
Quase meia noite os barcos dirigem-se para o local onde vai ser deitado o fogo de artifício...
A beleza das luzes a espelhar na água....
Uma silhueta a navegar que mostra a configuração da arquitectura tailandesa...
Faltam poucos segundos para o adeus ao 2017 e a chegada do 2018...
O hotel Millennium Hilton a lotação a 100% .....
O fogo de artifício....
A festa agora, pela noite até de madrugada já não é no rio, mas nos hoteis e restaurantes nas margens do Chao Prya.
Texto e imagens de José Martins