sábado, 2 de setembro de 2017

MEMÓRIAS MINHAS: "ACORDO AÉREO ENTRE MACAU E A TAILÂNDIA!



A idade de ouro e a minha, também, aconteceu, em Banguecoque e no consulado do embaixador Mesquita de Brito. Embaixador da velha-guarda com passagens por Sri Lanka, S. Francisco, Islamabad e termina sua carreira diplomata em Banguecoque. 
.
Mesquita de Brito, com excelente dom de palavra (a esposa embaixatriz não lhe ficava atrás), conciso na redação dos telegramas que eu depois dactilografava para enviar para Cifra no Palácio das Necessidadees. 
.
Levado a cabo, eventos culturais e comerciais. A Secção Cultural estava sob a orientação do Dr. Jorge Morbey um especialista na expansão de Portugal na Ásia, que incansávelmente procurava divulgar a história de Portugal. Vários eventos comerciais tiveram efeitos inclusivamente com Macau onde em hoteis de 5 estrelas se realizaram festivais, gastronómicos, mistos, portugueses e macaenses.
.

Nessa altura ainda não tinham chegado os “penetras”,clandestinos, oportunistas, que se viriam a infiltrar no consulado dos Embaixadores José Tadeu Soares e depois no de Lima Pimentel, onde viriam a semear a intriga e um dos afectados foi a minha pessoa, que massacrado, por  embaixadores, desconfiarem de minha pessoas, tive que abandonar a embaixada, não na melhor forma como desejaria, no consulado do embaixador Faria e Maya.
.

Governador de Macau, Rocha Vieira deslocou-se a Banguecoque em 1 de Novembro de 1995, para assinatura do Acordo Aéreo entre Macau e a Tailândia. Entretanto o Aeroporto de Macau tinha sido inaugurado no mesmo mês e ano.  
.
Governador Rocha Vieira era um autêntico gentleman, meu amigo, de que nunca me aproveitei dessa amizade para colheita de favores. Fui um dos privilegeados a ser convidado para a inauguração do novo aeroporto e sentei-me à sua mesa no Palácio de Santa Sancha em 1998 em sua companhia, Stanley Ho, ministro da Economia Pina Moura, Dr. Salavessa da Costa e outras personalidades. 
.
Fui homem de Macau e provam-no duas menções que possu-o que publicarei na continuação de “Memórias Minhas”. Seguem imagens da presença do General Rocha Vieira em Banguecoque para a assinatura do Acordo Aéreo entre Macau e Tailândia.
Embaixador Mesquita de Brito e General Rocha Vieira, saiem da embaixada para o Ministério dos Negócios da Tailândia para a assinatura do Acordo Aéreo.

Embaixatriz Babet de Brito (lado esquerdo)e senhora de Rocha Vieira, num outro carro deslocam-se para visitas em Banguecoque
General Rocha Vieira troca impressões com o Ministro dos Negócios da Tailândia.
MInistro dos Negócios Estrangeiros da Tailândia (lado esquerdo), dr. João Mira Gomes, Assessor Diplomático do General Rocha Vieira (ao Centro). Dr. João Mira Gomes, actualmente embaixador de Portugal na Alemanha), José Carlos Vieira, Assessor de Imprensa do Governo de Macau e General Rocha Vieira
General Rocha Vieira conversa com Ministro dos Negócios Estrangeiros da Tailândia.

Depois do Acordo Aéreo assinado as despedidas.....
Ministro dos Negócios dos Estrangeiros despede-se do General Rocha Vieira...
Ministro dos Negócios Estrangeiros da Tailândia despede-se do Embaixador Mesquita de Brito.
A visita ao Grand Palace. Na imagem General Rocha Vieira.
General Rocha Vieira, junto a figuras mitológicas, siamesas, no Grand Palace...
Na imagem da esquerda para a direita, vista de frente: Embaixador João Mira Gomes, Embaixador Mesquita de Brito, General Rocha Vieira, José Carlos Vieira e Paulo Ramalheira, jornalista da Lusa/Ásia Pacífico em Macau.
Primeiro Vôo da Air Macau a Banguecoque. Minha filha Maria Martins vestida de trage vianeza entrega um ramo de flores ao Comandante do avião
Na imagem. A tripulação, Dr. Jorge Morbey, Conselheiro Cultural, minha filha Maria Martins e o Embaixador Mesquita de Brito.
Fotos e texto de José Martins