terça-feira, 29 de agosto de 2017

MEMÓRIAS MINHAS: "VENDER PORTUGAL"



Nos dias de hoje dizem por aí que Portugal está na moda. Na entrada do novo milénio Portugal estava na noda na Tailândia! Depois da crise económica (1997) na Tailândia e em todos os países da Ásia, a Tailândia tinha saído dessa crise. 
.
A Embaixada de Portugal, graças a mim, esteve em vários mega espaços onde se realizavam várias feiras internacionais, cujo pavilhão não custava um cêntimo, era oferecido, dado ao meu relacionamento, próximo, com as promotoras dos certames que visitavam o gabinete do ICEP sob o teto da embaixada. 
.
Portugal esteve representado no “Queen´s Sirikit Convention Centre” e na BITEC, nos arredores de Banguecoque.
.
Dentro de mim existia a vaidade de levar Portugal ao exterior e dar-lhe dignidade perante os milhares de visitantes que ocorriam a esses certames.  
.
Portugal gozava das melhores referências na Tailândia e havia o interesse dos tailandeses comprar ou vender ao nosso país. Seguem a seguir, legendadas, imagens de um certame, internacional, realizado na BITEC.

O centro internacional de feiras BITEC
Ano 2000. Fui convidado para uma palestra e informar a plateia de importadores e exportadores sobre Portugal.
Director da BITEC cumprimenta-me no final
 
O grupo de jovens e hospedeiras do Pavilhão Portugal.
João Brito Câmara, o número dois da embaixada, visita o pavilhão Portugal.
Pavilhão Portugal com produtos. Azeite, vinhos e muita informação, turística e comercial.
Vinho do Porto, Burmester e simpatia oferecido gratuíto a quem visitada o pavilhão Portugal
Há vinho e uma "mastiga" para os visitantes.....
Há a festa do vinho português....
E a festa continuou!!!