quarta-feira, 30 de agosto de 2017

MEMÓRIAS MINHAS: "QUANDO A TAP VOOU PARA BANGUECOQUE"

A TAP Air Portugal, fazer escala em Banguecoque era para mim, a cereja em cima do bolo! 
.
A TAP faz a primeira escala em Banguecoque no dia 1 de Abril de 1997, precisamente no dia em que eu fui nomeado, oficialmente, Representante do ICEP. 
.
Passados são 20 anos! Mas quando a TAP efectua a primeira escala na capital tailandesa já voava para Macau havia um ano. Evidentemente que há pessoas que não imaginam que a TAP chegou a voar para a Ásia e Oriente. 
.
Ora o Acordo Aéreo entre Portugal e a Tailândia foi obra do visionário (já assim o chamámos) Embaixador José Eduardo de Melo Gouveia, (ratificado em 1989) cuja concretização da realidade aconteceria 8 anos depois. 
.
O benefício, para o relacionamento comercial, mesmo cultural para a Tailandia e Portugal era enorme com a escala da TAP em Banguecoque. 
.
O vôo directo Banguecoque- Lisboa, com demora de umas 13 horas, não só servia os portugueses que viajavam para Banguecoque, como assim os emigrantes, portugueses, da Austrália, que de Banguecoque voavam para a Portugal, vice verso, directos. Seguem fotos legendadas.

O Honda da Representação do ICEP, durante pouco mais de dois anos que a TAP escalou Banguecoque, deslocou-se dezenas de vezes ao Aeroporto Internacional de Banguecoque levar ou trazer empresários que desejavam fazer negócios com a Tailândia.
O Gabinete do ICEP colocado à disposição dos empresários, ali poderiam efectuar suas comunicações,receber clientes e fazer seus negócios.
Embaixador Mesquita de Brito, lado esquerdo vista a imagem de frente, diplomata a quem eu lhe devo muito não só por avaliar as minhas capacidades de trabalho, como graças a ele foi, depois do Embaixador Melo Gouveia, o reniciador do comércio entre Portugal e a Tailândia. No consulado do Embaixador Castello-Branco, o começado pelo embaixador Melo Gouveia, Castello-Branco ignorou-o, pertencia à nobreza portuguesa que na altura já tinha entrado na falência. Na imagem com o director da TAP, para a Ásia, Brazão Antunes, este a dar conhecimento que a companhia de bandeira portuguesa voava para Banguecoque. Embaixador Mesquita de Brito, sempre que tinha uma reunião com individualidades portuguesas solicitava-me que estivesse presente. Embaixador Mesquita de Brito foi atraiçoado (não vou aqui dizer o porquê) e foi exonerado e o adeus à carreira diplomáta sem perfazer o tempo.
Na imagem da esquerda para a direita: Embaixador Mesquita de Brito, Brazão Antunes, director da TAP para a  Ásia, Sérgio Lopes, director da TAP em Banguecoque o agente para  Banguecoque.
A inauguração da TAP com Brazão Antunes no uso da palavra....
Embaixador Mesquita de Brito fala para os presentes na Inauguração....
Embaixador Melo Gouveia, lado esquerdo (falecido) foi o arquitecto do Tratado Aéreo, entre Portugal e a Tailândia. Foi convidado a viajar, pela TAP e assistir à inaguração. Lado direito emaixador Mesuita de Brito.
Sérgio Lopes e Brazão Antunes na conferência imnprensa. Estive presente como correspondente da Agência Lusa.
Embaixador da Tailândia, em Lisboa, foi um dos convidados à inauguração do primeiro vôo da TAP para Banguecoque.