sábado, 12 de agosto de 2017

"LOPO SOARES DE ALBERGARIA VEIO À ÍNDIA DE HONRA MINGUADA"


(....que qualquer cabrão que errar queimá-lo, assá-lo e crucifixá-lo...)
.
Os fidalgos da Índia, os homens da confiança do rei e expedidos depois de 1500, nem todos, terão tido um comportamento honesto e fiel com a Corte. 
.
Documentos da época, arquivados na Torre do Tombo dão conta de prevaricações com fundos da monarquia e crimes de peculato. O abuso do Poder terminava (em alguns porque tambem por lá havia gente honesta), sempre no roubo, comum, durante a comissão de serviço de uns cinco, seis anos ou até mais.
.
Os fidalgos têm como objectivo regressar ao Reino: “ricos, famosos pelos feitos que não praticaram e sonham com a compra de um solar e terras, algures, numa província da pátria com o produto, angariado através da ´pilhagem´. 
.
Chegados a Portugal, aqueles que não foram desmascarados teriam sido pessoas altamente respeitadas, poderosos, oligárquicos, latifundiários e feudatários que ostentando poder colocavam e obrigavam, mercê de tão enorme influência perante a corte e autoridades regionais onde se instalaram, o “povoléu” a trabalhar para eles nas suas terras que lhe arrendavam e pagar-lhes, com isto, a tença.
   .
Fenómeno, social, mantido em Portugal desde o princípio da fundação da nacionalidade, que apoiados pela monarquia e depois, continuado (mais ou menos sofisticado) depois da implantação da Républica e assim por diante. Evidentemente que se torna uma “chaga” que dilacera o povo português que o foi privando à educação e ao acompanhamento das tecnologias desenvolvidas na Europa. Vicios do Poder e da burocracia, contribuiram para o obscurantismo e estagnamento da sociedade lusa.
.
O texto descrito, a seguir, são parte de um documento que se encontra, arquivado na Torre do Tombo, incompleto, por deterioração de algumas páginas. 
.
Não se conhece o autor da denúncia dirigida a el-Rei de Portugal. No documento está designado o nome de Lopo Soares e teria sido escrita entre 1516 a 1528. (Torre do Tombo, V.X. Gav. XIX-XX, Maços 1-7, pág. 504 a 508, centro E.H. Ultramarinos da Junta de Investigações Científicas do Ultramar. 1974-Gubekian XVI). O texto é fiel, apenas para facilitar a leitura, foi transformado, em parte, para a ortografia actual.
.
CARTA PARA EL-REI COM NOTÍCIAS DA ÌNDIA
<< Até aqui não me atrevi de escrever a Vossa Alteza tão compridamente como eu  desejava porque não ousava das cousas que se fazem contra serviço de Vossa (sic) Alteza e agora por ver passar tanto mal como se passa e por descargo de minha consciência  vos dou conta  beijando-vos  as mãos não dando conta a ninguém disto que por este medo  não esperei a Vossa Alteza  mais cedo e assim que faço saber a Vossa Alteza que Lopo Soares  veio à Índia  em hora minguada assim ele como quantos capitães  com ele vieram e assim outros homens  de valia porque o seu cuidado e o seu imaginar não é outro senão chatinar...>>
 .
<<... e matam-nos e roubam quanto acham e disto dizem que o leva alguma fazenda e vai para Calecute  ou para Canenor  é espiado em tal maneira como desaparece de Cochim logo é tomado destes  macúas, porém, sempre ouvi dizer que semear trigo em ruim terra que não pode dar bom fruto...>>
.
<<…a Vossa Alteza e estes  que dele esperam se gabou ele, que dera a cada um de ganho sete ou oito mil pardaos e ele é  um grande ladrão descarado porque qualquer fazenda que ele pode achar de Vossa Alteza apanha-a e recolhe-a para si e com os favores que ele tem com os alvarás de Vossa Alteza  com o proveito que faz ele isto porque nele não há fé nem lei senão quanto me parece que e agora mais gentio que dantes  e por aqui saberá Vossas Alteza e mais Lopo Soares o que requereu que fosse com ele a Ceilão e ele fugiu...>>
.
<<...mande Vossa Alteza olhar por isso e assim se Vossa Alteza a acha grande quebra de pimenta verde porque assim como a colhem deitam-na  dois  ou três dias ao sol e logo a pesam e esta quebra desta pimenta não foi senão depois que fizeram pazes com Calecut e bem pode Vossa Alteza quer ter boa pimenta defenda que nenhum homem com ela não trate só pena da cabeça e isto qualquer homem que seja porque todo o mais passa por pretae portanto Vossa Alteza não deve de dar a nenhum homem nenhum só quintal de pimenta para nenhuma parte que seja porque com o favor da pimenta que lhe Vossa Alteza dá carregaram quanta querem e portanto  Malaquias se gabou e amostrou que não nem mandava por pimenta à Índia que lha levavam quanta ele queria que carregava as suas naus e depois de carregadas amostrou duas casas...>>>
.
<<..e isso mesmo o feitor de Goa que se chama Rui Costa que agora vai por capitão duma da naus de André Afonso que quando veio de Portugal não trazia um vintém de seu e em dois anos que foi feitor de Goa dizem que leva vinte mil cruzados e assim que devia Vossa Alteza de lhe tomar a conta em que ganharam tanto dinheiro em tão pouco tempo assim a ele como aos outros e Vossa Alteza mandasse castigar alguns deles se guardariam de meter as mãos na Fazenda de Vossa Alteza...>>
.
<<... a Índia de arte que ela estava quando veio Lopo Soares mande fazer boa guerra e logo terá boa paz porque já ninguém não vos a modo que qualquer cabrão que errar queimá-lo a assá-lo e crucifixá-lo o que os outros que ficaram vos temerem e logo teres a Índia apaziguada que esta paz que Lopo Soares pôs por a Índia neste ponto em que ela agora está porque nunca matou nem mandou matar mouro senão cristãos enforcar e cortar mãos...>>
.
<<...porque andam cá uns poucos fidalgos mamões que nunca viram nada nem nunca sairam das abas de suas mães e cá são capitães de naus e de galés e assim que estes homens que Vossa Alteza houver de mandar sejam como disse que sejam de boa raça cavaleirosos e que folguem de ganhar honra e que tenham e que tenham medo de Vossa Alteza lhe mandar cortar a cabeça porque os fidalgos dizem todos que não vieram à Índia ganhar honra que com eles nasceu senão dinheiro e assim não trazem o sentido senão em comprar e vender e como mandaram para a China e para Ormuz e para outras quaisquer partes...>>
.
<<... em Cochim disseram que aquela mercadoria que a compraram de seu dinheiro que el Rei não teverá dinheiro para a comprar e assim que vo-la tornaram a vender sendo ela vossa e assim que como com o vosso dinheiro vos pagavam e guardavam o ganho para si e se alguma mercadoria vossa vem misturada com as das partes dizem que é da Vossa Alteza e assim tomam outra tanta da vossa são para si e fica a pôdre para vós e assim que nunca se perde tudo é de Vossa Alteza e o seu sempre fica...>>   
                               
 INTRIGA NA ÍNDIA

Afonso de Albuquerque além de homem honrado e de grande valor é um guerreiro imbatível. Depois de ter conquistado Ormuz em 1507, Goa em 1510 e Malaca em 1511, sonha e tornou realidade o sonho de criar  um império, português, na Ásia. 
.
Em 1509 pelos seus tão grandes feitos sucede, com título de Governador da Índia   ao vice – Rei D. Francisco de Almeida. 
.
O nome de Albuquerque foi respeitado e temido em todo o Oriente e, porisso tem imensos inimigos que minam a sua imagem, ilustre, na Corte do Rei D-Manuel I. 
.
D.Manuel I aceita as mentiras, tira-lhe o Governo e entrega-o a Lopo Soraes  que era o seu mais directo rival. Albuquerque não conseguiu sobreviver  ao desgosto e à humilhação e morre em 1515 na baía de Goa.
 .
Os fidalgos do tempo da sua governação e aqueles que não foram depostos das suas funções depois de ter falecido, Albuquerque, continuaram a ser-lhe fieis, embora, como é óbvio, Lopo Soares, persegue-os e tolhe-lhes os os seus movimentos.  
.
São homens de Albuquerque que escrevem cartas a D.Manuel I, que pouco ou mesmo nenhum efeito produzem as acusações na corte. O rei está com Lopo Soares. No entanto este colhe os frutos, deliciosos, da conquista do grande General.
.
Os interesses pela Pátria portuguesa não cuidam os nobres fidalgos da corte do Rei D.Manuel I. A anarquia instalou-se por todo o oriente e, ...<< mais cuidam dos seus ganhos pessoais do que servir a monarquia e o Povo de Portugal...>>.
José Martins - 2003