quarta-feira, 22 de março de 2017

TAILÂNDIA - TEMPO DOS PORTUGUESES - BEATRIZ CANAS MENDES


Beatriz Canas Mendes jovem ambiciosa, licenciada pela Universidade de Lisboa é, nos dias que correm, uma professora de línguas  na Universidade Educação Industrial do King Mongkut's Institute of Technology Ladkrabang, nos arredores de Banguecoque e estuda em outra universidade, dentro de Banguecoque, com o mesmo nome, Escola de Artes Liberais da King Mongkut's University of Technology Thonburi.
,
Lusosucessos não poderia deixar em vão a notícia da actividade de Beatriz que contribui, para o conhecimento de Portugal entre seus alunos.
.
Curriculum: Beatriz licenciada pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa em Junho de 2016. Enquanto estudava, teve alguns trabalhos, esporádicos, dando explicações, estagiou no Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa por três meses e foi participando en programas de intercâmbio de curta duração dentro do espaço da União Europeia.
Finalmente, de Junho a Setembro de 2016 estagiou como assistente na Faculdade de Educação Industrial do King Mongkut's Institute of Technology Ladkrabang, arredores de Bangkok (graças ao programa IAESTE) exactamente depois de terminar a licenciatura.
Já tinha sido aceite num mestrado em Portugal, quando a contrataram como leitora estrangeira no Departamento de Artes Aplicadas desta Faculdade.
.
Entretanto, depois da emancipação desse departamento foi fundada a Faculdade de Artes Liberais e tem estado, efectivamente, desde Outubro, sem data de regresso a Portugal decidida.
Imagem: King Mongkut's University of Technology Thonburi. 
,
Beatriz espera ficar pela Tailândia, pelo menos mais dois ou três anos, até terminar seu mestrado em Linguística Aplicada para Ensino da Língua Inglesa, na Escola de Artes Liberais da King Mongkut's University of Technology Thonburi.
  Imagem:University King Mongkut's Institute of Technology
.
Ou seja, este é o primeiro emprego de Beatriz afirma ter tido sorte em ter conseguido o seu primeiro trabalho que considera de sonho!
 José Martins