quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

TAILÂNDIA: ARTE DE VHILS, ALEXANDRE FARTO, EM BANGUECOQUE (2.º DIA)

Amanhã, dia 9 de Fevereiro, mais ou menos por esta hora Lusosucesso, mostrará à comunidade portuguesa, espalhada pelas sete partidas do mundo a obra prima de Alexandre Farto, Vhils, que foi executada num muro da Embaixada de Portugal em Banguecoque. Alexandre Farto, um jovem com apenas 28 anos, alcançou, pelo seu mérito próprio, um lugar de fama no contexto internacional das nações do mundo. Só hoje tivemos a oportunidade de conhecer Alexandre Farto e nele vamos encontrar, humildade, comunicativo que bem caracteriza o homem português que não conjuga o valor artístico com a fama. Certamente que Alexandre Farto vai deixar o seu nome vinculado às artes na Tailândia. Seguem imagens de hoje, do segundo dia, da execução do painel.
 Dois rostos ainda por terminar...
 O calor intenso não perturba os trabalhos....
 O artista a trabalhar com o martelo e o formão ....Trabalho delicado para que o produto final atinja os objectivos da criação do artista...
 Passa por ali um grupo de turistas japoneses, param e como que dizem uns para os outros: " que obra será aquela?"
 Um artista a picar um olho.....
 Alexandre Farto, ligeiramente, sobe pelo andaime......
 De "drill" lasca as partes que devem ser...
 Passa uma senhora turista e olha o trabalho...
 ...então ela e mais outra senhora, turista, vai obter imagens....
 ...os quatro artista ora de martelo, formão, escopro, drill e brocas vão executando a obra sob a direcção de Alexandre Farto...
 ..o painel, ainda por terminar e a vendedeira de frutas....
Fotos e texo: José Martins