terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

TAILÂNDIA: ARTE DE VHILS, ALEXANDRE FARTO, EM BANGUECOQUE


A Captain Bush Lane no centro e  parte velha da capital da Tailândia não tarda a ser uma das ruas mais procuradas para apreciar a arte do Vhils, artista português de renome internacional.  A arte de Vhils está a ser elaborada, presentemente, numa das paredes da Representação Diplomática Portuguesa e sua inauguração, agendada, para próximo dia 10 do corrente mês, cuja esta vai ser mostrada aos convidados do embaixador Francisco Vaz Patto onde presente a comunicação social de Banguecoque. A seguir imagens com legendas dão conta da obra de Vhils, Alexandre Farto. 
 A entrada para a Embaixada de Portugal em Banguecoque
Domingo à tarde, dia 5 de Fevereiro, a parede onde a arte de Vhils iria ser trabalhada.
Quatro horas da manhã,de hoje, estávamos na Captain Bush Lane a fotografar o desenho que tinha sido feito durante a noite. Não havia viva alma por ali. 
Entre o silêncio, da madrugada, do local observei demoradamente, a pintura e me deu a impressão que o tema do trabalho do Vhils seria o encontro de gentes do ocidente e do oriente.
Voltei à Captain Bush Lane, pelas 10 horas da manhã e já três artistas davam vida aos desenhos, ora com o martelo vibrador ora com o escopro e o martelo. 
Um momento de descanso para os três artistas. O calor abrasador convidava para uns minutos descanso à sombra e uma garrafa de água. Da esquerda para a direira: Tiago Silva, Paulo Piedade e André Alves.
A obra ainda não está completa e dezenas de pessoas desejaram uma foto, msmo antes do trabalho completo.
Eram 3,30 da tarde deixamos a Captain Bush Lane. Voltaremos amanhã a dar conta dos trabalhos.
.
Texto e fotos de José Martins