quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

MEMÓRIAS E UMA IMAGEM - EU E RAMOS HORTA


Durante a minha já longa vivência no Reino da Tailândia nunca estive parado.... milhares de fotografias repousam num álbum onde de quando em quando vou matar saudades.... Vou tentar publicar ou ou duas em cada dia. São retalhos de vida. Fui umas das primeiras pessoas que ajudou Ramos Horta em Banguecoque quando lutava pela autodeterminação de Timor-Leste, em Banguecoque. Era então eu, além de manga de alpaca do Estado Português, o correspondente da Agência Lusa na capital da Tailândia.
José Martins