quarta-feira, 19 de março de 2014

TAILÂNDIA: "LUIS PATO E OS VINHOS DE PORTUGAL"



No prestigioso hotel Dusit Thani, na baixa de Banguecoque, Luis Pato AQUI e na sua escola de culinária "Le Cordon Bleu Dusit", na sala de aulas Bacchus levou a cabo um workshop, para cerca de 20 pessoas, cujo tema foi o processo de elaboração do vinho, factores que influenciam a qualidade, tècnicas aplicadas onde se inclui os solos, onde crescem, as vinhas, castas, clima, engarrafamento. As imagens a seguir, legendadas, dão conta do evento.
A sala de aulas "BACCHUS" onde Luis Pato deu uma brilhante lição em cima dos Vinhos de Portugal.
Antes da aula Embaixador de Portugal, acreditado no Reino da Tailândia, Luis Barreira de Sousa ouve atentamente Luis Pato.
Nuno Caldeira da Silva, residente na Tailândia há 10 anos ( lado esquerdo e um dos organizadores do workshop) junto a Christophe Rene Mercier, Academic Manager(ao centro) e Luis Pato antes do inicio do workshop.
A lista dos interessados em ouvir e aprender  a sabedoria do mestre de vinhos portugueses Luis Pato. 
Da esquerda para a direita: Luis Pato, embaixador Luis Barreira de Sousa, conversando com a directora da "Le Cordon Bleu Dusit" Dra. Parichat Jumsai Na Ayuthaya e Nuno Caldeira da Silva, trajando uma camisola com a caricatura de Luis Pato "Rebel".
Nuno Caldeira da Silva os sócios e importadores de vinhos Luis Pato, senhores Andy Me Artie

Nuno Caldeira da Silva, introduz aos presentes, na sala, o mestre Luis Pato.
A sala da academia do vinho "Bacchus", prontos os alunos para ouvirem a lição do mestre Luis Pato.
O monitor com o mapa da Europa e do lado esquerdo um círculo onde se destaca Portugal.
Luis Pato inicia a lição e indica no mapa de Portugal a sua região vinícola da Bairrada. O mestre inicia a aula com a história de Portugal. Destaca-se o desenvolvimento como soube, Luis Pato, conduzir a lição e a clareza com que se exprime na língua inglesa.
Luis Pato, por vezes, com paixão descreve o tema dos vinhos.
Dá-se, então, para a começar a prova, a abertura da primeira garrafa de vinho espumoso, bruto, Luis Pato.
É dada a provar a delícia, espumosa, da Bairrada, que até daria, furar o protocolo do evento e beber, todo o líquido da garrafa, pelo gargalo.... Na imagem Christophe Rene Mercier verte no cálice a prova para o embaixador Luis Barreira de Sousa.
Saboreia-se o espumoso "Luis Pato" e de facto aos pequenos goles e mante-lo na boca por instante oferece melhor paladar.
Luis Pato, aqui, refere-se à casta de uva, que produziu o vinho espumoso "Luis Pato", Searcialinho e  características.
Dois vinhos, tinto, encorpados, que vão ser tema de apresentação...
E para mais bem apaladados é necessário decantá-los e repousar por um tempo antes de ser servido...
Nuno Caldeira da Silva (na Tailândia é como peixe na água) vários vezes esteve de serviço servindo vinho aos alunos do mestre Luis Pato.....
.... e na mesa do fundo.
Mais a explicação de um vinho, das adegas de Luis Pato, cuja assistência ouve o mestre atentamente.
Uma imagem, projectada no monitor de beleza deslumbrante que apresenta a uva branca Cercial da Bairrada.
Enquanto os vinhos repousam nos decantadores, outra imagem no monitor e agora a  casta Bical...
A classe ouve atentamente o mestre Luis Pato
A prodigiosa casta de uva a Baga
Christophe Rene Mercier, serve a especialidade, decantada....
..... e Nuno Caldeira da Silva ajuda...
....e chega à mesa do fundo.
... e carinhosamente Nuno Caldeira da Silva vai abrir mais uma garrafa de espumoso da região da Bairrada.

Não nos pode passar despercebida a excelente qualidade da cortiça das rolhas, que fecham as garrafas dos vinhos de Luis Pato.
Lado esquerdo uma garrafa, vasia, do excelente espumoso da casta Baga.
Para mim (respeitando a opinião de outros) a estrela foi o vinho abafado AM, pelo seu paladar adocicado e perfume. Uma delícia de excelência!
 E vai para a mesa o abafado AM.
O abafado AM no monitor enquanto o mestre Luis Pato, com certo entusiasmo, divulga as suas características.
O abafado no monitor e os sorrisos, francos de Nuno Caldeira da Silva e Luis Pato. A aula chegou ao fim.
E no fim da aula houve lembranças entregues pela Dra. Parichat Jumsai Na Ayuthaya. Aqui o mestre Luis Pato recebe a sua.
O nosso embaixador recebe-a das mãos do senhor Christophe Rene Mercier.
Houve foto com o mestre Luis Pato para lembrança futura.
Vinho português e simpatia... Dra. Parichart Jumsai Na Ayuthaya com Nuno Caldeira da Silva.
O close-up do T-shirt Luis Pato. Coubera-me um que aqui deixo o meu agradecimento.Aqui nos fica a Luis Pato: "um até breve e mais eventos que realcem, na Tailândia a excelente qualidade dos vinhos portugueses.
José Martins