sábado, 24 de junho de 2017

AMOR COM AMOR SE MATA - RECOMENDA-SE A OBRA



“Amor com Amor se Mata”, de Rita Pinho Matos.
Poesia ilustrada para matar o amor
Apagar o fogo com o próprio fogo e deixar arder ou accionar um Kamov? Será que o amor tem de se cansar para morrer? A receita para matar o amor, ou três frentes que lavram à vez com forte intensidade, em 26 poemas ilustrados a cores.  
“Porque amor
Só amor
Se mata”
Depois de uma incursão pela prosa com “Ponto Zero” (que assina como Rita Inzaghi), a escritora ex-jornalista da TVI serve-nos agora “Amor com Amor se Mata”, livro de poesia ilustrada que tem a chancela da Estratégias Criativas.
A obra é apresentada a 6 de Julho, às 18h30, na FNAC Colombo, por Fernando Pinto do Amaral.
Sobre a autora: Rita Pinho Matos nasceu a 5 de Junho de 1986. Em criança, dizia que queria ser jornalista, atriz, árbitro de futebol e presidente do Futebol Clube do Porto, mas só perseguiu o primeiro dos sonhos. Começou a carreira na TVI, onde foi correspondente entre 2008 e 2012. Experimentou o Marketing e adora ensinar, no entanto é como “contadora de estórias” que gosta de se dar a conhecer.
 
Com “Amor com Amor se Mata”, a sanjoanense regressa ao terreno que lhe é mais querido e desta feita munida de reforços. Para o teatro de operações chamou as jovens ilustradoras Cinara Saiónára e Cristina Nunes e a pintora veterana Anabela Mendes da Silva, credenciadas pela mesma chama imensa da paixão ácida, cortante e por vezes cómica que serve de combustível à poesia de Rita.
§  Redes sociais da autora:
-  Instagram: ritapinhomatos_inzaghi
·       Perfil no Escritores Online:

segunda-feira, 19 de junho de 2017

"MÁRIO LEMOS - JOVEM TREINADOR DE FUTEBOL NA COREIA DO SUL"

Acabo de receber um video  do amigo Mário Lemos em acção! 
Desde Janeiro Mário é o treinador principal do TNT F.C em Seoul, um clube novo com um projecto muito ambicioso que irá competir na K3 (3a Divisão) tendo como objectivo em dois anos subir de divisão respectivamente para K-League Challenge(2a Divisão) e em quatro anos na K-League Classic (1a Divisão).
.
Para saber sobre o Mário cliqueAQUI

sexta-feira, 16 de junho de 2017

TAILÂNDIA: "UMA CASA PORTUGUESA COM CERTEZA"



Shop Luso uma filial da Globo International Distribuition Co., Lda, cujo director é o empresário Carlos Afonso, um irrequieto fura vidas, estabeleceu-se em Banguecoque, capital na Tailândia, há cerca de seis anos. O objectivo, de Carlos Afonso, desde o início de sua actividade, vender unicamente produtos portugueses de grande qualidade.
.
Carlos Afonso é assim o primeiro português, desde que Banguecoque foi fundado em 1782, a instalar uma empresa que exclusivamente  vende um sortido variado de produtos lusos desde vinhos, cafés, molhos, pastel de nata, carnes fumadas, azeites artesanato e outros mais artigos oriundos de Portugal.
.
De louvar a actividade deste português que durante as 24 horas, dos ponteiros do relógio, 20 horas dedica-as a trabalhar, quer a dirigir seus negócios de retalho, as encomendas que constantemente lhe chegam, como assim, a confeccionar, pela madrugada, pasteis de nata, a sua maior aposta no mercado, altamente progressivo, da Tailândia. 
.
A Globo International Distribuition Co., Ltd,, empresa familiar, presentemente ocupa duas moradias, onde funciona o escritório, parte retalhista, armazenamento da mercadoria, o complexo de refrigeração para manter, queijos, carnes e vinhos verdes em óptimas condições e secção de confeitaria para confeccionar o pastel de nata, as queijadas, o arroz doce (em copinhos) e outras especialdades da doçaria, tradicional e conventual portuguesa. 
.
Outros projectos futuro e em carteira de Carlos Afonso é abrir ao público dois restaurantes, onde se sirva a gastronomia, tradicional portuguesa. Por mais estranho que possa parecer a grande cidade de  Banguecoque de mais de uma dúzia de milhões de almas não possui um restaurante, genuinamente português, onde se possa saborear um bacalhau à Brás, de outras 99 maneiras, um caldo verde, um frango de churrasco, rissóis de camarão, umas sardinhas assadas e outras mais delícias da cozinha portuguesa. 
.
Será este o projecto, futuro de Carlos Afonso na capital tailandesa e certamente ir mais além instalando seus negócios noutras capitais de distrito do Reino da Tailândia, cujo o progresso continua de vento em popa onde o turismo é rei a a expectactiva no ano corrente de atingir 32 milhões de visitantes estrangeiros.

Shop Luso de retalho de venda ao público
O interior de vendas ao público,espaço aconchegado e onde se respira português...
A variada e constante produtos frescos..
Na manhã quando ali nos encontravamos uma elegante senhora abastecer-se de pasteis de nata. Uma cliente habitual, entre outras, do Shop Luso.
Carnes  fumadas...
O arroz do doce em tijelinhas....
Queijadas....
Os pasteis de nata e a grande aposta de Carlos Afonso!
O panfleto, ilustrado, do pastel de nata
Sua Alteza a Princesa Maha Chakri no Bazar Internacional da Cruz Vermelha admira o pastel de nata confeccionado por Carlos Afonso...
Um sortido de produtos portugueses...
Cafés. Carlos Afonso é agente do Café Delta para o Reino da Tailândia...
Um sortido de vinhos, de estalo, portugueses.....
Vinhos para todos os gostos!!!
Ginja!!!
Vinho do Porto!!!
Aguardente envelhecida em casco de carvalho!!!
Verde Gazela da Sogrape..
Rosé Gazela da Sogrape..
Um sortido para todos os gostos...
Vinhos e cervejas bem  à vista do cliente...
A  famosa Superbock
A bandeira das quinas é o simbolo que identifica  a empresa de Carlos Afonso...
O Carlos Afonso e sua forma de trajar quando no seu estabelecimento de retalho... Um homem de vida!!!
Quando feitas provas de vinhos há um mapa para identificar a região da proveniência do vinho...
Azeite de finíssima qualidade...
Azeitonas...
Outros produtos de fina qualidade...
Uma nova representação e os produtos a caminho do Porto marítimo de Banguecoque...
Artesanato - os barros decorativos...
Artesanato os moliceiros de Aveiro...
Metais - Máquina de fazer café...
Uma bonita peça de metal...
Um cantinho português....
Esta e imagem e outras que se seguem é uma parte do Shop Luso e a realidade da portugalidade naquele espaço de Portugal na capital tailandesa.

terça-feira, 13 de junho de 2017

TAILÂNDIA: DOM DUARTE PIO DE BRAGANÇA EM BANGUECOQUE



O herdeiro ao trono de Portugal Dom Duarte Pio de Bragança, em três anos, visitou o Bairro Português da Imaculada Conceição, duas vezes, a primeira em Julho de 2014 (aqui )  e a segunda no passado domingo dia 11 de Junho de 2017. Porém desta vez Dom Duarte Pio de Bragança vem numa missão especial e assistir à inauguração  de sua oferta de uma estátua da imagem da Senhora da Conceiçao,Padroeira de Portugal, cópia fiel de uma existente numa pequena capela no Montijo (Portugal), cuja Nossa Senhora da Conceição segura as Armas de Portugal e na cabeça a corôa de Raínha de Portugal. O bairro da Imaculada Conceição, no passado domingo, esteve em festa, com a presença de Dom Duarte Pio, Embaixador de Portugal Francisco Vaz Patto e outras individualidades, portuguesas, que o acompanharam. Seguidamente seguem fotos, legendadas, que testemunham o evento.
O andor da Nossa Senhora da Conceição  à entrada da Nave da Igreja da Imaculada Conceição do Bairro Português do mesmo nome.
Imagem, aproximada, da Nossa Senhora da Conceição, com Menino, segurando as Armas de Portugal com a mão direita.
A Igreja Matriz do Bairro Português da Imaculada Conceição.
As mães e as meninas, residentes do bairro, em vestidos domingueiros dirigem-se para a igreja.
A chegada ao bairro de Dom Duarte Pio estava agendada para as 5 horas da tarde. Meia hora já os paroquianos aguardam a chegada com bandeiras das quinas.
Meninas e mães aguardam, com pulseiras de flores, a personalidade real portuguesa e seus acompanhantes para lhes oferecer.

Nas traseiras da Igreja da Imaculada Conceição, católicos, residentes no bairo, aguardam Dom Duarte Pio com bandeiras portuguesas, tailandesas e cartazes com nomes portugueses. Dos três bairros lusos, existentes em Banguecoque, o da Imaculada Conceição é o mais português. O bairro foi fundado em 1674 e em terreno doado, aos portugueses, pelo Reio Narai o Grande  e antes 93 anos da queda de Ayuthaya em abril de 1767.

A religiosidade, católica, entre os habitantes do Bairro da Imaculada Conceição, actualmente, mantém-se profunda. Lembro aqui que a tolerância religiosa na Tailândia é desde a sua fundação e em três Reinos : Sukhotai período - 1257 - 1317. Ayuthaya período 1350-1 767 e Banguecoque período de 1782 até ao presente, onde todos credos vivem em perfeita harmonia com a religião Budista.
Os rostos da boa gente e as bandeiras das quinas...
Cinco horas em ponto Dom Duarte Pio chega ao largo, traseira da igreja, no carro da Embaixada de Portual acompanhado do Embaixador Francisco Vaz Patto.
Dom Duarte Pio sai da viatura.....

Dom Duarte, estamos por certo, que não esperava tão calorosa recepção....
Dom Duarte  Pio cumprimenta, de mãos postas, os paroquianos do bairro que o aguardavam...
Agora Dom Duarte Pio sauda a boa gente, do bairro, de mão direita levantada...
Dom Duarte Pio junto ao Dr. Rapeephan Kasemsuk, representante da Comunidade do Bairro da Imaculada Conceição.....Crianças com pulseiras de flores para oferecer aos acompanhantes de Dom Duarte.
Dom Duarte entrega uma encomenda, o que prevemos a Corôa Real da nova estátua de Nossa Senhora da Conceição,  ao pároco Manot Somsuk da Igreja da Imaculada....
Dom Duarte, junto ao Dr. Kevin Colleary, Embaixador Francisco Vaz Patto, Dr. Rapeephan Kasemsuk e o pároco  superior Visanu Thanyaanant da Igreja da Imaculada Conceição
Dom Duarte Pio depois de ter recebido as saudações das gentes do bairro, cumprimenta os párocos e individualidades representativas, seguiu, a seu desejo, orar na primeira igreja, ao altar da Nossa Sehora da Imaculada Conceição.
Fotografia de família que irá marcar, no futuro a segunda presença de Dom Duarte Pio de Bragança no bairro da Imaculada Conceiçáo. Da esquerda para a direita: párocos Ekkapong Pongsungnoen e Manot Somsuk, Dom Duarte Pio, pároco superior Visanu Thanyaanant,Dr. Rapeephan Kasemsuk, embaixador Francisco Vaz Patto, Dr. Kevin Colleary, pároco Pakphoom Woraporntassana e Dr. Supachai
Párocos da Imaculada Conceição acompanham Dom Duarte Pio para a Igreja Matriz...
Uma multidão de paroquianos do bairro aguardavam Dom Duarte Pio...
Dom Duarte é recebido, no adro da igreja, carinhosamente.....
Dr. Supachai Supaway dá as boas-vindas a Dom Duarte Pio junto à porta principal da Igreja da Imaculada Conceição
Dom Duarte Pio coloca a sua mão, direita, na estátua de Nossa Senhora da Conceição, sua oferta, que para a memória das gerações vindouras do bairro português da Imaculada Conceição
Dom Duarte Pio depois da cerimónia de entrega da Nossa Senhora da Conceição dirige breves palavras aos presentes e agradece a forma calorosas como haja sido recebido.
A igreja da Imaculada Conceição repleta para a missa dominical de Acção de Graças...
O belíssimo andor, lacado, da Nossa Senhora da Conceição à entrada da igreja...
Dá início da celebração da Missa de Acção de Graças....
Senta-se, no cimo e ao lado esquerdo da nave da igreja Dom Duarte Pio, Embaixador Francisco Vaz Patto Dr.Kevin Colleary, Cônsul Honorário em Chiangmai, Nuno Caldeira da Siva, Dr.Rapeephan Kamsuk, estagiario da InovContacto Pedro Nabais, Conselheira Cultural, junto à Embaixada de Portugal, Maria Madureira. Director do AICEP,  Pedro Aires de Abreu senta-se num banco atrás.
A igreja, absolutamente, cheia de fieis...
Homilia proferida pelo pároco Visanu Thanyaanant
Dom Duarte Pio e Embaixador Vaz Patto escutam a homilia
A santificação do vinho que vai ser bebido pelo pároco...
O ritual do incenso.....
Concentração de Dom Duarte Pio
Antes de ser distribuída a hóstia aos fieis o pároco superior Visanu vem cumprimentar os ilustres visitantes portugueses..
Santificação da hóstia...
Dom Duarte Pio de Bragança recebe o Pão do Senhor...
O Cônsul Honorário Nuno Caldeira da Silva recebe a hóstia nas mãos.....
O discurso do Dr. Supachai Supawai...
Os paneis com nomes portugueses....
As palavras do Senhor Jirawach Wongngernyuang, residente no Bairro da Imaculana Conceição....
Dom Duarte Pio no seu breve discurso....
Emaixador Francisco Vaz Patto no uso da palavra.....
Os presentes....
Especialidades de doçaria deixadas pelos portugueses na Tailândia oferecidas a Dom Duarte Pio.....
Embaixador Vaz Patto também foi contemplado com presentes......
Fotografia de família. Esquerda para a direita: Pedro Aires de Abreu, Nuno Caldeira da Silva, Dom Duarte Pio, Embaixador Vaz Patto e Dr. Kevin Colleary, juntos aos párocos da Imaculada Conceição.
Os presentes oferecidos a Dom Duarte Pio...
Terminada a missa vai ser procedida a procissão com o andor da Nossa Senhora da Conceição...
Residentes do bairro aguardam a passagem da procissão....
Sai a procissão....,
Sorrisos aguardam a passagem da procissão...
A procissão está na rua!
A procissão vai passar junto à primeira igreja do Bairro da Imaculada Conceição...
Aguardam a passagem da procissão...
A procissão no fim do percurso...
12 homens carregam o andor da Nossa Senhora da Conceição...
O fim da procissão...
Embaixador Vaz Patto entre os paroquianos...
A paróquia, depois das cerimónias religiosas ofereceu uma jantar em honra de Dom Duarte Pio de Bragança.

Fotos e textos de José Martins